Ir para página principal

Solidariedade em Rede: números sobre o amparo às pessoas que vivem nas ruas

A ação solidária desenvolvida pela Pastoral de Rua e outras instituições parceiras, em um mês, ofereceu mais de 25 mil marmitas às pessoas que vivem nas ruas. O amparo emergencial, neste tempo em que o Brasil e o mundo enfrentam a pandemia da covid-19, é muito necessário para minimizar o sofrimento dos que enfrentam a fome e a miséria.

 

Com o comércio fechado e o fluxo reduzido de pessoas nas ruas da cidade, em razão do isolamento social, os que vivem nas ruas passaram a ficar ainda mais desamparados, pois já não podem mais contar com os comerciantes e os trabalhadores que, na vivência das suas rotinas diárias, antes da pandemia, ofereciam auxílio aos desamparados.

Percebendo o sofrimento dos que vivem nas ruas, há um mês voluntários de diferentes lugares se organizaram para ajudar, exercer a solidariedade em rede. Eis o balanço das atividades neste primeiro mês:

Marmitex – 25.204 foram distribuídos

Kits Lanche – 14.180

Copos de Água – 18.120

Cestas Básicas – 623

 

Lembrando que os voluntários, ao levar as doações aos que vivem nas ruas, utilizam máscaras e outros equipamentos de segurança, além de seguirem todas as recomendações para evitar a propagação do novo coronavírus. Também orientam os mais empobrecidos sobre as medias essenciais para que evitem a doença.

Você também pode participar da iniciativa Solidariedade em Rede. Clique aqui e saiba mais.